OSBA promove concerto da diversidade nesta quinta

A Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA) retorna em setembro, mês de celebração dos seus 35 anos, com novas edições do projeto “OSBAEMCASA”. Batizado com o nome “Concerto da Diversidade”, as apresentações acontecem na noite de 21 de setembro (quinta-feira), às 18h30 e às 20h30, na Sala Principal do TCA, com regência do maestro Carlos Prazeres e participação da cantora soprano Flávia Albano como solista convidada. O projeto, que estreou em janeiro de 2016, aposta numa atmosfera mais intimista e descontraída recebendo o público no próprio palco do teatro, com lotação reduzida. Os ingressos custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia).

O repertório do concerto traz a peça “Les Illuminations” para Soprano e Orquestra de Cordas, do compositor britânico Benjamin Britten (1913-1976), inspirada na obra escrita pelo poeta simbolista francês Arthur Rimbaud (1854-1891), que viveu um tumultuado romance com o poeta francês Paul Verlaine (1844–1896), uma relação que escandalizou a sociedade francesa do século XIX. E para finalizar, será apresentada a “Serenata para cordas em Dó maior, Op. 48”, do compositor russo P. I. Tchaikovsky (1840-1893), um dos maiores representantes do período romântico. Embora oficialmente sua morte, aos 53 anos, tenha sido atribuída à cólera, há fortes indícios de que ele tenha sido obrigado a cometer suicídio sob ameaça de que seus casos e relações amorosas com outros homens se tornassem públicos

FLÁVIA ALBANO (solista) – Natural de São Paulo, Flávia iniciou seus estudos em canto com Leilah Farah. É mestre em performance pelo “Royal Northern College of Music” e habilitada em artes dramáticas pelo “Teatro Escola Macunaíma”. Entre seus papéis de ópera destacam-se A Rainha da Noite em “A Flauta Mágica” em diferentes produções, Violetta em “La Traviata” com a Banda Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo, Norina em “Don Pasquale”, Imogene em “Il Pirata” e Amina em “La Sonnambula” nas Cortinas Líricas do Theatro São Pedro, Susanna em “Le NozzediFigaro” com West Riding Opera e Sophie em “Der Rosenkavalier”, sob regência de Baldur Brönnimann, entre outros. Flavia também é Doutora em Educação pela PUC/SP e professora da Universidade Federal da Bahia.

OSBA – Nova gestão – 
Após a consolidação do processo de publicização, a Associação de Amigos do Teatro Castro Alves (ATCA), Organização Social sem fins lucrativos, se torna responsável pela gestão da Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA). Neste novo modelo de gestão, a OSBA passa a fazer parte do Programa Estadual de Organizações Sociais, mas permanece como patrimônio público, sendo ainda subsidiada pelo Governo do Estado da Bahia, através da Secretaria de Cultura (SECULT-BA).

SERVIÇO

PROJETO “OSBAemCASA” – “CONCERTO DA DIVERSIDADE”
Regência:
 Carlos Prazeres | Solista: Flávia Albano (soprano)

Local:
 Sala Principal do Teatro Castro Alves (com o público no palco).
Data: 21 de setembro (quinta-feira).
Horários: 18h30 e 20h30
Ingressos*: R$ 10 e R$ 5
Abertura das vendas: 18 de setembro (segunda-feira)