Multinacionais trazem câncer e obesidade para os brasileiros

O Instituto de Defesa do Consumidor (Idec) apresentou estudo recente indicando que a Coca-Cola no Brasil é uma das mais cancerígenas do mundo. A substância em destaque no produto consumido pelos brasileiros é a 4-metil-imidazol, também conhecida como 4-MI. Presente no corante de caramelo IV, seu uso foi proibido até nos Estados Unidos. O limite máximo do uso do corante nos Estados Unidos é 10 vezes menor do que os utilizados no Brasil, tal medida obriga a empresa a adicionar no máximo 39 ml da substância que contém o 4-MI na bebida. De acordo com o jornal britânico Daily Mail, ativistas na Inglaterra tentam fazer com que a medida também seja implantada no país. O Idec Brasil fez um levantamento apontando que 267 cmg de MI-4 estão presentes em 350 ml do produto. No Quênia, país que ficou em segundo lugar, a pesquisa apontou 177 cmg em 355 ml.

Terra onde as multinacionais se divertem, o Brasil tem sido um paraíso também para as empresas de Junk Food, conforme matéria Como a Grande Indústria Viciou o Brasil em Junk Food, publicada pelo The New York Times