Concha Negra

 

Iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Cultura do Estado (Secult), e em parceria com a Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), a ideia do projeto Concha Negra  é dar visibilidade aos blocos afro, que são patrimônio cultural da Bahia e parte da identidade do povo baiano. O afoxé Filhos de Gandhy abriu a temporada do Concha Negra na noite deste domingo (17), ao lado do músico Aloísio Meneses, mostrando uma nova musicalidade do grupo, que animou a plateia com músicas como Andar com Fé, de Gilberto Gil, e Na Beira do Mar, dos Tincoãs. Na oportunidade, Meneses lembrou que, quando o primeiro show do Concha Negra foi adiado, em virtude de fortes chuvas em Salvador, o Brasil chorava a morte de Luiz Melodia. Foi a deixa para o músico, que também era amigo de Melô, puxar a canção Magrelinha junto com o público.

Carlinhos Brown, convidado da noite, fez discurso contra a intolerância religiosa que ameaça as tradições ancestrais no Brasil. “Nossa cultura e ancestralidade não podem ser agredidas. Queremos a paz e cantaremos a paz”, declarou Brown, que cantou Muito Obrigado Axé e depois Afoxé de Gandhy. Vale salientar que a participação de Brown marca a parceria do Cacique do Candeal para a produção de novos repertórios para o Afoxé, além da produção de um álbum.

Fonte: Secult e Jornal Correio

Deixe uma resposta